O eucalipto

O eucalipto é uma Angiospérmica Dicotiledónea, vulgarmente denominada de folhosa.

Pertence à ordem das Mirtale, família das Mirtáceas, género Eucalyptus, sendo a espécie globulus a mais comum e economicamente importante em Portugal.

O eucalipto globulus é natural da Austrália e foi dado a conhecer no continente europeu por Jacques de La Billardière que o observou na Tasmânia em 1792. Nos inícios do século XIX, esta espécie terá sido introduzida em Portugal e, em meados do mesmo século, fomentou-se a cultura de eucaliptos assumindo assim relevância comercial.

O nome “eucalipto” tem origem no grego “Eucalyptus” que significa «bem coberto», a razão desta proveniência relaciona-se com o facto dos órgãos reprodutores da flor serem revestidos por uma membrana que é descartada quando estas brotam. A denominação da espécie, “globulus”, deriva da semelhança dos seus frutos (cápsulas lenhosas) com os botões de vestuário do mesmo nome.

O eucalipto é das mais altas árvores do mundo, apresentando grande porte e rápido crescimento, podendo atingir mais de 70 metros de altura e viver mais de 100 anos.